14 de fevereiro: Valentine’s Day!
14/02/2018 - Tendências
facebook

E passado o carnaval, chegou o Valentine’s day, ou dia de São Valentim, celebrado principalmente nos países Europeus e da América do Norte em 14 de fevereiro.

Conhecido no mundo todo como o dia “mais romântico do mundo”, no Brasil a data ainda não pegou. Talvez por termos o dia 12 de junho, véspera do Dia de Santo Antônio e conhecido por nós como dia dos namorados. Mas a verdade é que o dia de São Valentim começou a ser comemorado no século 5. Há algumas explicações para a história, mas a mais famosa é a de que São Valentim era um padre de Roma que foi condenado à pena de morte no século 3.

Segundo esse relato, o imperador Claudio 2 baniu os casamentos naquele século por acreditar que homens casados se tornavam soldados piores – a ideia dele era de que solteiros, sem qualquer responsabilidade familiar, poderiam render melhor no Exército.

Valetim, porém, defendeu que o casamento era parte do plano de Deus e dava sentido ao mundo. Por isso, ele passou a quebrar a lei e organizar cerimônias em segredo.

Quando Claudius descobriu, ele foi preso e sentenciado à morte no ano 270.

Mas, durante o período em que ficou preso, o agora santo se apaixonou pela filha de um carcereiro. No dia do cumprimento da sentença, ele enviou uma carta de amor à moça assinando: “do seu Valentim” – o que originou a prática moderna de enviar cartões para a pessoa amada no 14 de fevereiro.

Mas foi apenas dois séculos depois que a data passou a ser efetivamente comemorada, quando o papa Gelásio instituiu o Dia de São Valentim, classificando-o como símbolo dos namorados.

A comemoração foi criada como uma resposta a uma tradição antiga que teria se originado em um festival romano de três dias chamado Lupercalia.

O evento, ocorrido no meio de fevereiro, celebrava a fertilidade. Seu objetivo era marcar o início oficial da primavera. Como parte das celebrações, jovens sorteavam nomes de garotas misturados dentro de uma caixa. Os dois então se transformavam em namorados durante a festa, e podiam até casar.

Nos séculos seguintes, a Igreja decidiu erradicar celebrações pagãs e por isso transformou o evento em uma festa cristã, em homenagem a São Valentim.

Mas há ao menos outras duas figuras históricas que disputaram o título de São Valentim associado a essa data.

Uma delas é um bispo de uma cidade próxima a Roma – na região da atual Terni – e a outra, um mártir do norte da África.

Como não se sabe muito mais informações sobre essas duas outras figuras. O padre de Roma acabou se tornando o mais conhecido São Valentim.

Sobre as flores

Para produtores de flores do mundo todo, o Valentine’s Day é uma data muito lucrativa.

Estimativa da Federação Nacional do Varejo dos Estados Unidos (NRF, na sigla em inglês) é de que sejam gastos US$ 2 bilhões com flores este ano nos EUA, ou 36% dos quase US$ 20 bilhões (US$ 19,6 bilhões) que os americanos devem gastar com presentes.

Líder no mundo, o Equador exporta 140 mil toneladas de flores por ano, para mercados como Estados Unidos, Europa e Rússia, e nos últimos vê despontar o crescimento para a China. No ano passado, só para os Estados Unidos, vendeu 14.300 toneladas apenas de rosas nesta época do ano.

 

Fontes: https://epocanegocios.globo.com e http://www.bbc.com

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *